quarta-feira, 15 de outubro de 2008

(DA) Deficiência Auditiva

Deficiência auditiva é considerada genericamente como a diferença existente entre a performance do indivíduo e a habilidade normal para a detecção sonora de acordo com padrões estabelecidos pela American National Standards Institute (ANSI – 1989).
Zero audiométrico (0 dB N.A) refere-se aos valores de níveis de audição que correspondem à média de detecção de sons em várias freqüências, por exemplo: 500 Hz, 1000 Hz, 2000 Hz, etc.
Considera-se em geral, que a audição normal corresponde à habilidade para detecção de sons até 20 dB N. A (decibéis, nível de audição).Qualquer problema que ocorra em alguma das partes do ouvido pode causar uma deficiência na audição. Deficiência auditiva é o nome usado para indicar uma perda de indivíduo só é considerado D.A. se a perda auditiva for diagnosticada nos dois ouvidos.
Dependendo do local do ouvido em que está o problema temos diferentes tipos de Deficiência Auditiva:
· · Hipoacusia – refere-se a uma redução na sensitividade da audição, sem qualquer alteração da qualidade de audição. O aumento da intensidade da fonte sonora, possibilita uma audição bastante adequada.
· · Disacusia – refere-se a um distúrbio na audição, expresso em qualidade e não em intensidade sonora. O aumento da intensidade da fonte sonora não garante o perfeito entendimento do significado das palavras.

Causas Adquiridas:
Tampões de cera;
Corpos estranhos;
Obstrução da Trompa de Eustáquio;
Otites;
Perfurações Timpânicas;
Envelhecimento a partir dos 50 anos;
Traumatismos;
Intoxicações (uréia, colesterol, ácido úrico, etc.);
Doenças infecciosas (febre, sífilis, caxumba, sarampo);
Distúrbios glandulares;
Deficiência de vitamina D.

Um comentário:

RAQUEL disse...

ACHO QUE SE TRABALHAR COM UM DEFICIENTE AUDITIVO DEVE SER MUITO DIFICIL A COMUNICAÇÃO JA QUE VIVEMOS NUM MUNDO DE OUVINTES EM QUE TUDO DEPENDE DO SOM MAS NADA É IMPOSSIVEL SE EXIXSTIR AMOR EM PRIMEIRO LUGAR , AMOR É A ESSENCIA DE TODO PROCESSO DE INCLUSÃO

Related Posts with Thumbnails